Equipe

Editorial

Erika Dorta

Idealizadora | Apresentadora, Diretora de Arte e Produção Audiovisual

Erika Dorta trabalha há 10 anos com produção audiovisual, passou pelo departamento de arte das emissoras de TV Globo e Rede Record e há 8 anos segue carreira solo como empresária, atuando em parceria com agências de comunicação. O Parto Humanizado entrou de vez em sua vida em 2017, quando engravidou, e começou a procurar informações sobre esse modelo de assistência – que era a sua preferência. Tudo o que encontrou foram perfis de médicos, doulas e profissionais da saúde nas redes sociais, mas nada centralizado em um único lugar, com conteúdos alinhados com estudos atuais. Daí surgiu a ideia de criar o Parto em Pauta: uma plataforma centralizadora de conteúdo relevante sobre o Parto Humanizado, com informações claras e baseadas em boas evidências científicas.

“Acredito que, assim como lugar de mulher é onde ela quiser, toda mulher tem o direito de escolher como, onde e com quem quer parir seus filhos.”

Essa é a sua missão agora: levar o máximo de informação possível para todas as mulheres para que possam, dentro das suas possibilidades, fazer boas escolhas e ter o parto mais próximo possível do que desejam, de forma respeitosa e acolhedora.

Erika pariu seu filho João (jun/2018) em um parto domiciliar planejado e acredita que todas as informações que adquiriu, juntamente com a assistência humanizada, foram essenciais para ter um parto tranquilo e sem intervenções.

 

Especialista

Paulo Noronha

Ginecologista Obstetra | CRM-SP 105530 – RQE 75863

Médico formado há 17 anos pela Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (Autarquia Estadual), Paulo Noronha fez residência médica no Hospital e Maternidade Leonor Mendes de Barros, referência em São Paulo como maternidade de alto risco. Além disso, é especialista em Medicina Fetal pela Clínica Fetus e pós-graduado em Medicina Fetal pela Instituição Cetrus. Paulo trabalhou por muitos anos como plantonista em Hospitais do SUS, onde reforçou o seu amor pela obstetrícia e prestou atendimento digno às mulheres. Há 3 anos atende em consultório particular e pratica assistência médica baseada em evidências, sempre centrando o atendimento na autonomia de escolha da mulher e respeito ao nascimento fisiológico e não medicalizado do parto.