Erika Dorta entrevista Melissa Martinelli, enfermeira e obstetra, que nos contou que o parto domiciliar é seguro desde que a gestante tenha um pré natal de risco habitual. Ou seja, a mulher com todos os exames em dia, com todas as ecografias realizadas, o bebê na posição cefálica , de 37 – 42 semanas e sem nenhum tipo de doença como diabetes gestacional ou pressāo alta. Se tudo estiver bem, a organização mundial da saúde permite que a mulher realize o seu parto onde ela quiser, inclusive em casa. Vale lembrar da importância de ter uma equipe técnica qualificada acompanhando o seu parto.

Adicionar comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *